Buscar
  • Equilibra Psicologia

Bruna Marquezine, redes sociais e a importância de se falar sobre saúde mental

Em uma entrevista cedida à VOGUE, Bruna Marquezine fala sobre alguns temas que envolvem sua vida como trabalho, redes sociais e saúde mental.


A atriz de 24 anos que possui mais de 37 milhões de seguidores somente em uma de suas redes sociais, trás em sua experiência pessoal um importante tema a ser levantado como bandeira: O cuidado com a saúde mental e o olhar preventivo para esse cuidado. Bruna falou abertamente sobre a importância da terapia, reconhecendo como “o maior investimento que você pode fazer em si mesma” e lamentou só ter buscando o processo psicoterapêutico em um momento de urgência.

“Infelizmente, busquei a terapia num momento em que já estava depressiva. Era uma urgência. Tive distúrbio alimentar, distúrbio de imagem e estava muito mal. Você quer sair dali, daquele lugar e não sabe como, mas quer também entender o que a levou àquilo. Acho que a gente é tão mais útil quando se entende. Terapia é o maior investimento que você pode fazer em si mesma.”

Bruna também falou sobre a importância de expor a vulnerabilidade. “Existe muita força em ser vulnerável.” Em tempos em que ‘vidas perfeitas’ são expostas diariamente nas redes sociais é fácil que nos esqueçamos do quão manipulável e enganosa essa exposição possa ser, sendo essa realidade vista somente uma pequena parte. "Muitos jovens olham só para o glamour, a fama, o dinheiro, e essa não é a realidade inteira."


 O cuidado com a saúde mental não deve ser um privilégio e sim uma prioridade. A busca pela terapia não deve ser vista somente em momentos de crises e como última opção. O acompanhamento e o cuidado com a saúde mental deve estar em nosso cotidiano.

“Nunca tive nenhuma grande ambição relacionada às redes sociais, as coisas foram acontecendo de forma bem natural, orgânica. Mas fiquei com medo de me tornar refém disso. O mais precioso, na verdade, é o meu equilíbrio, minha saúde mental. Então eu me policio para não ser sugada pelo algoritmo.”

É comum que as pessoas busquem hábitos que contribuam na prevenção da saúde física, seja na alimentação, fazendo atividades ou até mesmo nos exames de rotina. Mas os cuidados preventivos com a saúde mental não são vistos com a devida prioridade e, a busca pelo cuidado psicológico muitas vezes é vista como tabu.


Saúde mental não se restringe à transtornos ou a doenças mentais. Também tem a ver com como você se sente quando acorda, com seu estado emocional no trabalho, com as angustias que carrega, com ansiedade que te impede de dormir, com o que você gostaria de ter dito, com as mudanças que você gostaria de fazer e não consegue. Ela diz respeito ao nosso modo de estar no mundo, às nossas relações com as outras pessoas e à nossa postura perante o mundo em que vivemos.⠀

©2019 by Equilibra Clínica de Psicologia. Proudly created with Wix.com

+4799033192

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now